terça-feira, 8 de abril de 2008

Massagem modeladora em 5 minutos

A ciência já comprovou: ficar tensa só faz a gente engordar.
E o que é pior, bem na barriga.
O jeito é domar o stress
Acredite: o vilão daquele acúmulo de gordura no abdômen pode ser o stress provocado por uma rotina maluca – acúmulo de tarefas (na faculdade, no trabalho), trânsito, discussão com o namorado...
Sob tensão, o corpo tende a estocar gordura – e bem no abdômen.
Isso, inclusive, foi comprovado pela ciência.
Estudo feito na Universidade de Göteborg, na Suécia, mostrou que o organismo reage ao stress hiperestimulando as glândulas supra-renais.

Localizadas acima dos rins, elas são encarregadas de fabricar adrenalina e cortisol – hormônios que preparam o corpo para se defender em situações de perigo. Esse mecanismo deixa você mais esperta para resolver tarefas diárias.
Mas, ao mesmo tempo, mantém os níveis de cortisol constantamente altos, o que aumenta o apetite.
Pior, ele se alia à insulina. “Juntos, esses hormônios favorecem o depósito de gordura no abdômen”, explica o endocrinologista Felippo Pedrinola, de São Paulo.
O bombardeio de cortisol e adrenalina também é capaz de destruir substâncias que participam da síntese de melatonina e serotonina, neurotransmissores responsáveis pelo bemestar. Resultado: você compensa a falta dessas substâncias atacando doces e massas.
Como sua agenda vai continuar lotada, só resta, então, aprender a encarar a correria de um jeito menos tenso.
Procure aliados, como meditação, ioga e florais, que possam ajudá-la nessa missão.

Massagem modeladora: faça em 5 minutos

A terapeuta corporal estética Elizabeth Valiengo ensina uma automassagem para você desenhar o seu abdômen. O ideal é que seja feita, pelo menos, três vezes por semana

"As mãos devem pressionar cada parte do seu corpo com força. O local fica avermelhado e dolorido nas primeiras sessões" - Elizabeth Valiengo
Fonte: Boa Forma

Cadeira para familias GG

Sem comentários!!
Já vou procurar um marceneiro para providenciar uma pra mim....
Não é fantástica??

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Felicidade Realista


A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.

Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.

Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.

E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando.

Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo.

Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.

É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.

Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade.

Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, felizes com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.

Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo.

Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.

Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.

Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar.

É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente.
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.

Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se.

Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz.

Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.

Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração.

Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.
(Mario Quintana)

quinta-feira, 3 de abril de 2008

O paraíso é aqui!!

Para Thaisa matar a saudade!!








Site incentiva meninas a fazer cirurgia em bonecas virtuais

Gente, que absurdo!!
Acabei de ler na revista pais e filhos e estou postando para vcs.



Um novo jogo on-line está dando o que falar.
O website Miss Bimbo encoraja meninas a submeter suas bonecas virtuais a dietas e cirurgias plásticas.
Desde o lançamento, em fevereiro, mais de 200 mil pessoas já se cadastraram no site.
O jogo incentiva as participantes a criarem bonecas legais, ricas e famosas.
Para isso, com a moeda virtual, elas compram roupas, fazem cirurgias plásticas, tudo para que as bonecas participantes possam alcançar a fama e conquistar maridos bilionários.
Pais e profissionais de saúde, preocupados com as meninas, acham que a brincadeira está indo longe demais, e que o jogo passa para as crianças uma mensagem equivocada sobre beleza e sucesso.
Quando surgiu a cirurgia plástica era para reparar as deformidades ou para as pessoas que passaram por algum tipo de trauma físico, ou seja, para uma necessidade.
Mas as coisas mudaram muito nos últimos anos.
No Brasil, não temos nenhuma versão de Mis Bimbo, mas sabemos que existe uma cobrança social muito grande em relação à beleza, que gera um monte de problema psicológico.
Por isso, é importante tomar cuidado com a visão que as crianças criam a respeito de beleza e da estética, para que não cresçam com essa nóia social na cabeça.
E mais uma coisa: é sempre bom os pais ficarem atentos ao que as crianças andam fazendo pela internet.

Confira aqui uma lista de bons sites para meninas e meninos

Artigos Relacionados

Blog Widget by LinkWithin